segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O parto


Nasceste no Hospital São Francisco Xavier. Como tinha ameaça de parto prematuro, fomos vigiados desde as 33 semanas lá no Hospital. Só tenho o melhor a dizer do serviço lá prestado. Desde as consultas externas, às urgências de obstetrícia, fui sempre atendida com sorrisos, disponibilidade, simpatia e competência.
Como estavas pélvico ( não deste a volta), a cesariana foi marcada para o dia 30.
Nesse dia de manhã, deixámos os manos em casa com a avó e lá fui com o papá para o hospital com malas para a mamã e para o bebé.
Chegámos às 9h, às urgências, que por sinal estavam já cheias de grávidas. Mentalizados para esperar, demos o nome da médica e esperámos.
Felizmente, ao fim de pouco tempo, fui chamada. a partir daí tudo passou num instante. Vesti a bata do hospital, fiz a eco para verificar se continuavas sentadinho, soro, despedi-me do papá, conversa com a anestesista, bloco operatório, epidural e começo da cesariana.
Mas por qualquer motivo, as anestesias não faziam efeito, eu sentia todas as picadas de lado esquerdo e tiverem de avançar para anestesia geral.
Assim, não estive acordada, mas fui despertada com o meu amor a chegar aos meus braços.
E ainda muito atordoada olhei para aquele pedaçinho de mim, que já mamava e que estava juntinho de mim.
Depois, entrou o papá e os dois ficámos ali, sem dar pelo tempo passar, a olhar para o nosso menino, que tinha chegado ao mundo e que a partir de agora faria parte das nossas vidas para sempre.
E que doce é este amor....

Sem comentários:

Enviar um comentário