segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Mudança de rotina....

O meu bebé tem quase 4 meses... o tempo parece que voou. Ainda ontem chegou a casa tão pequenino e hoje já está tão diferente.

Ora vejamos:
Peso de 3510 kg para 6300 kg
Comprimento, de 50,5 cm para 68 cm ( já veste coisas para 6/9 meses)

Já conversa quando falamos com ele, já ri, sorri e dá gargalhadas
Já faz festinhas na nossa cara, já agarra bonecos que estão à frente dele.
Já nos ensinou os sons de quando quer dormir, comer ou brincar.
Já pede companhia e conversa e já nos conhece à légua.

Mas continua com os mesmos olhos doces e lindos, continua sossegadinho e muito, muito meiguinho.
É um doce o meu bebé e não me esqueço nunca de agradecer por tê-lo na minha vida, a ele e aos irmãos.
Aprendo todos os dias a ser mãe de 3 filhos e apesar de por vezes ser cansativo, adormeço feliz por exisitrem e acordo, com vontade de ser cada vez melhor mãe.





Como trabalho na área da formação, tive de começar a trabalhar desde o início de Novembro, tinha o Dinis ainda 3 mesinhos. Não foi fácil começar e deixa-lo tão pequenino. Felizmente nas primeiras duas semanas foram só 3 dias, mas que pareceram imensos... Agora estas duas semanas tem sido 4 dias por semana e tem custado muito mais, pois estou fora de casa das 14h às 20h.


Reorganizar toda a actividade doméstica, as escolas, as actividades extra-curriculares, o trabalho do pai, o da mãe e o nosso princepezinho não foi fácil. Isto porque a decisão de optar entre creche e ama foi dificil. Vi quase todos os infantários da zona, visitei amas e não me sentia agradada com nada...

Já estava quase a desistir... preferia um infantario, pois penso que pessoas especializadas e inteiramente dedicadas a uma criança acaba por ser melhor do que uma ama com meninos de várias idades. Mas os locais que visitava, não me transmitiam a calma e a segurança que necessitava.

Mas quando queremos muito uma coisa, ela acaba por se materializar e por acaso, simplesmente por acaso, estacionei o carro em frente a uma creche nova, a dias de inaugurar. Entrei e a empatia foi imediata.
 Assim, o Dinis encontrou o lugar ideal para crescer, brincar e desenvolver quando está longe de nós. Tem ainda o previlégio de ser o primeiro bebé do berçário, por isso é o rei lá dentro (por enquanto :)) )

E assim, entrou o meu bebé na creche, sem chorar, sem estranhar, de uma maneira suave, tão suave como tem sido a sua evolução e o amor que cresce cada dia no meu coração cada vez que olho para ele.

Sinto muito orgulho em ti, meu bebé lindo, por esta adaptação e por te portares tão bem no tempo que passas na creche. Espero que sejas muito feliz com os teus novos amiguinhos e com a equipa que trata tão bem de ti!

2 comentários:

  1. olá mamã!
    parabens pelos filhotes lindos!
    o teu bebecas está um homemzinho!como eles crescem :)
    são lindos!
    jinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Querido Dinis
    Adoro seguir o que a mãe escreve, pois é uma mãe muito especial, assim como todas as mãe devem ser, o Dinis é tal qual a sua familia, quando está na creche é um menino risonho sempre bem disposto, quando cantamos é ve-lo mexer as perninhas de contente e sempre sorrindo. é muito meigo,quero partilhar um pensamento, é tão doce, querido o Dinis como toda a sua Familia as Tias Aninhas, Joana e Isabel, Admiram - vos muito.
    A Familia para nós é muito importante, assim continuamos todo o nosso cuidado, pelo carinho, paciencia, dando atenção ao que tenta exprimir, já se faz entender bem, quando tem soninho, fome ou até mesmo quando quer brincar e quando já está cansado.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar